Decreto-Lei n.º 20/2019 – Governo insiste no erro e quer violar decisão da Assembleia da República

Versão alterada do Decreto-Lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro

I. O Sindicato Nacional dos Médicos Veterinários (SNMV) teve conhecimento que o Governo elaborou uma versão alterada do Decreto-Lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro, que concretiza o quadro de transferência de competências para os órgãos municipais em matéria de proteção e saúde animal e segurança dos alimentos.

II. Esta versão alterada já foi enviada para audições de diversas entidades como, por exemplo, a Ordem dos Médicos Veterinários e a Associação Nacional de Municípios Portugueses.

III. Este novo diploma não contém alterações substanciais face ao Decreto-Lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro, sendo, na prática, o mesmo Decreto-Lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro, com as mesmas orientações e com as mesmas soluções.

IV. A Assembleia da República aprovou a cessação da vigência do Decreto-lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro, conforme a Resolução da Assembleia da República n.º 138/2019, publicada no Diário da República de 8 de agosto de 2019.

V. Por decisão da Assembleia da República, o Decreto-Lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro, deixou, assim, de vigorar.

VI. A cessação de vigência do Decreto-Lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro, foi uma vitória de todos os Médicos Veterinários.

VII. Representou a manutenção de um modelo de serviços veterinários oficiais verticalizados que acautela a saúde pública, evitando um retrocesso de mais de 40 anos, bem como a dignificação da profissão de Médico Veterinário Municipal, que continuou com dependência funcional da Direção-Geral de Alimentação e Veterinária.

VIII. É por isso incompreensível que o Governo queira agora insistir no erro e aprovar o mesmo Decreto-Lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro.

IX. Até porque viola uma decisão da Assembleia da República, o que suscita evidentes problemas de constitucionalidade.

X. O SNMV apela ao Governo para que termine de imediato com esta tentativa de aprovar novamente o Decreto-Lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro, aproveitando-se oportunisticamente do período eleitoral, quando as atenções estão concentradas no debate partidário.

XI. E apela ainda ao Governo que respeite a vontade do povo português, expressa pela Assembleia da República.

XII. O SNMV fez todos os esforços para que o Decreto-Lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro, deixasse de vigorar, o que veio a suceder.

XIII. Dessa forma, o SNMV tudo fará para que esta versão alterada do Decreto-Lei n.º 20/2019, de 30 de janeiro, não seja aprovada, defendendo a saúde pública dos cidadãos e a atividade económica das empresas portuguesas.

partilhar artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

SNMV 75 anos ao Serviço da Classe Médico-Veterinária

Faça parte. Conheça as vantagens e inscreva-se.