SINDICATO NACIONAL DOS MÉDICOS VETERINÁRIOS | geral@snmv.pt | 213 430 661

Estudo de Eugénio Rosa “Aumento da exploração e despedimentos na Função Pública, ataque ao Estado Social e recessão económica”

zepovO AUMENTO DO HORÁRIO DE TRABALHO DE 35 PARA 40 HORAS SEMANAIS NA FUNÇÃO PÚBLICA DETERMINA UM AUMENTO 128 MILHÕES DE HORAS DE TRABALHO ANUAIS E, SE NÃO FOREM PAGAS, REPRESENTARIA O CONFISCO DE 1.640 MILHÕES € DE SALÁRIOS/ANO
Neste estudo, Eugénio Rosa analisa o impacto na Administração Pública de algumas medidas anunciadas por Passos Coelho que, a concretizarem-se, determinariam um aumento de exploração dos trabalhadores da Função Pública.

Só o aumento do horário semanal de trabalho de 35 horas para 40 horas determinaria 128,4 milhões de horas de trabalho gratuito por ano o que representaria o confisco de 1.640 milhões de euros de remunerações anuais. E criaria também as condições para dezenas de milhares de despedimentos na Função Pública o que, para além de fazer disparar ainda mais o desemprego, provocaria a degradação dos serviços públicos de saúde, educação e segurança social, muitos deles já com graves carências de pessoal devido à politica do governo de não substituir os trabalhadores que se aposentam.

Tudo isto teria consequências dramáticas para toda a população, nomeadamente trabalhadores e pensionistas.

Neste ataque o governo e os seus papagaios nos media utilizam em larga escala a mentira que é necessário denunciar e desmontar.

Esperamos que este estudo possa ser útil para esse objetivo.

Para ver o estudo carregue aqui.

Sobre snmv